terça-feira, 15 de maio de 2007

Such a special night


Tinha escrito aí no post de baixo, sobre eu ter ganhado um ingresso pro show do Vanguart, que provavelmente seria uma merda a apresentação, o que compensaria a cagada inédita de ter levado pra casa um prêmio.

Claro que, se por um lado eu não sou o cara mais sortudo do mundo, por outro eu tenho algum fetiche por falar merda, e guess what: o show foi muito bom. Rolou de tudo: teve o Canibal sentado do meu lado, teve aquele tiozinho cabeludo que anda sempre com os vinis debaixo do braço (ele é onipresente ou o quê?), teve o Zé do Caixão jogando uma praga em mim AO VIVO (morra de inveja, desgraçado!), teve o João Ricardo do Secos e Molhados (que cantou Cachaça fora do tom), teve o Hélio usando o mesmo terninho-marrom-de-cotoveleiras-de-veludo que ele usou no outro show deles que eu vi, teve cover dos Beatles (Sgt. Peppers), do Chet Baker (My Funny Valentine, linda...) e do Secos e Molhados (evidentemente), e teve Rainy Day Song, Just to See Your Blue Eyes See, Semáforo, Into the Ice, Last Express Blues...

Na real, desde o Mombojó eu não curtia tanto uma banda brasileira. Que canta em inglês e tem aquele acento folk inconfundível, mas que brotou lá em Cuiabá, ou cu do Judas, o que mostra que o país é grande demais e continua além da Dutra.

Quando chegar o cd eu digo mais =)

Um comentário:

EgG disse...

quero uma cópia, de grátis.
se for ruim, não devolvo.