sexta-feira, 18 de maio de 2007

Days ouf our lives

Comecei a freqüentar a Gibiteca Henfil há 8 anos atrás, quando eu tinha 14. Na época, ela ficava na Sena Madureira, Vila Mariana, e eu fazia um curso de desenho de histórias em quadrinhos numa escoleta na Rebouças. Nesse tempo meu pai tinha carro e sempre me levava ao curso nas manhãs de sábado, e enquanto eu ficava lá rabiscando ele ia até a gibiteca me pegar uns gibis, geralmente esse aí da imagem à esquerda, que além de, com o perdão da grosseria e da empolgação, ser foda pra cacete, ainda me servia de referência para as aulas.

Anos mais tarde, a gibiteca mudou de lugar e foi anexada ao Centro Cultural São Paulo, na lendária Rua Vergueiro, 1000. Voltei a freqüentá-la em 2004, auge dos meus 19 anos. Todo sábado, depois da aula, eu andava até lá e perdia algumas horas do dia folheando revistas e escolhendo outras pra levar pra casa, entre elas o mesmo Akira (cuja última página da saga toda estava arrancada. Inacreditável), Batmans, Tio Patinhas, Mônicas, e, principalmente, Henfil.

Henfil é gênio, o melhor autor de quadrinhos que esse país já viu, na frente do Laerte até, mas falo disso em outra hora.

Quando soube essa semana que uma praga de um balão dos infernos caiu no forro do Centro Cultural e botou fogo em tudo lá, meu coração apertou e meu cu ficou desse tamanho. Sabe como quando você recebe uma notícia de que aquele seu amigo do ginásio foi internado? Algo assim. Falei só da gibiteca, mas também o Centro Cultural preenche boas páginas da minha história, pois era o ponto de encontro da minha gangue, desenhistas frustrados e brilhantes. Assim sendo, foi difícil segurar a tristeza pela notícia. Só espero que ele se rehabilite e volte a ser o palco de jogadores de RPG bizarros, vestibulandos desesperados, e senhores leitores de Tex, como sempre foi. Não quero ter esse tipo de lembrança só na minha memória, Alzheimer pode estar sempre espreitando.

Um comentário:

Lubel disse...

Poo cara, Akira é bom de mais!! PQP!
Eu cheguei a ler o manga mas nao inteiro... preciso encontrar um lugar que tenha! Estava ate pensando em compra-lo mas é meio carinho e fere o bolso!
Em compenssação eu tenho o filme, que nao deixa de ser incrivelmente foda! Katsushiro Otomo é foda de mais nos roteiros e nas historias! Porra!
Quanto a gibiteca, lembro-me no tempo que vc me disse que estava lendo... muuuiiiiitoos anos atras...! Grande épca era aquela!