sexta-feira, 29 de junho de 2007

Qual é sua graça?

Já é assunto recorrente, se não aqui, no fotolog, que o nome da minha cachorra, Maria, não é compartilhado com alegria por alguns membros da família. Primeiro por ser nome de gente, e não se põe nome de gente em cachorro. Segundo que é o nome de Nossa Senhora, mãe daquele magrelo barbudo. E isso não é coisa da minha família, tá cheio de gente por aí que não acha certo humanos e animais serem xarás. Podem dividir a mesma casa, as mesmas pulgas, a mesma cama, mas o mesmo nome, isso é inadmissível.

Soube que existe inclusive um deputado, ou vereador, com um projeto pra tornar inconstitucional o batismo de animais com nome de gente. Sinceramente, não sei se isso é verdade mesmo ou se entra no rol das lendas de deputados/vereadores de algum lugar perdido no atlas que defendem projetos de lei esdrúxulos (quero acreditar que sejam lendas, me deixa com a minha ingenuidade), mas é uma coisa extremamente sem sentido. Primeiro porque, para o estado, nem nome a gente tem: só uns numerozinhos e tá de ótimo tamanho. Segundo que nome é meramente um acessório, haja visto o número de gente com nome idiota por aí (na Suécia, lá sim, nome faz diferença: os pais da criança precisam de um ok do governo pra poder batizar o filho. Dia desses um casal quis que o filho chamasse 'Metallica', mas a idéia foi podada - o que levanta sérias suspeitas quanto à imparciabilidade da decisão: será que recusariam se a criança chamasse Van Halen?).

Há uns anos atrás conheci um cachorro chamado Thiago. Pois é, mal-gosto da dona, e tal, mas o auau chamava Thiago. E ele era um pastor alemão, grande, bonito, saudável, forte. O que dá um nó na proposta lei: se tem alguém que deveria ficar chateado na ocasião é o cachorro, por ter o mesmo nome de uma porcaria como eu. Por isso eu digo: esqueçam essa lei, isso é bobagem. Até porque eu não gostaria de trocar de nome agora.

3 comentários:

EgG disse...

Aqui vai a minha lista:
Paloma - cadela
Mika - cadela
Rony - the dog
Joana - galinha
Corin - gato
Thiana - gata
Chiquinha - pereréca

Thiago Padula disse...

Amiga minha tinha um tio que tinha uma macaca que chamava Chiquinha. Talvez ainda tenha, mas como essa semana todo dia ela vinha me dizer notícia de alguém que morreu, não vou dar certeza.

bb disse...

O nome do meu cachorro é Nino, que vem de Antonino, igual ao do Castelo Ra-tim-bum.