quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Não vê-la

Como eu já havia escrito na época em que tava rolando outra novela (aquela em que a Alinne Moraes usava franjinha e estava sempre com os faróis acesos. Ah, bons tempos...), eu não acompanho novela - e até por isso desenvolvi pra você, estimado leitor, um guia gratuito de acompanhamento de teledramaturgias sem precisar estar na frente da TV. Hoje, perto já do fim de A Favorita, achei que seria uma boa oportunidade pra explicar por que causa, motivo, razão e circunstância eu não assisto essas coisas. São, basicamente, três pontos.

O primeiro, claro, é que eu simplesmente não gosto. É tudo falso demais, tudo bobo demais. Pokémon também é falso e bobo, mas ao menos tem o Psyduck, e não a Suzana Vieira (que outro dia disse que tem vocação pra ser feliz. Sério, o que há pra não se odiar nessa mulher?).

O segundo motivo é a caracterização do mocinho e do vilão: os dois têm cara de emoticon. São tão bregas e tão anti-naturais as expressões de cada um que chegam a ser risíveis. Essa que tá rolando agora, A Favorita, era bacana no começo porque não dava pra saber quem tomava suco e quem tomava pinga. Mas aí a Flora se revelou, matou o bróder e, puta que pariu, naquela hora tinham que ter subido os créditos e ACABADO A PORRA DA NOVELA. Pronto, melhor coisa da história da TV brasileira. Mas não, eles continuaram, e agora que todo mundo já sabe quem é a boa e quem é a ruim, ficou assim:

Flora: >=)
Donatela: =(

O último motivo, e pra mim o principal, é que a cultura do spoiler já está enraizada nas tradições da teledramaturgia nacional. Simplesmente não é possível não saber tudo o que vai acontecer, mesmo que você não queira. Dia desses eu tava no ônibus e ele parou no ponto ao lado de uma banca de jornal. Virei o rosto e BANG!, mil revistas contando o final da novela. Na capa, sem pudor nenhum. Que caralho, pra que eu vou assistir a um negócio quando eu já sei o que vai rolar?

Eu tenho horror a spoiler, por menor que seja. Nem trailer eu vejo. Há algum tempo um amigo meu, sem querer, contou o final de Os Infiltrados. Resultado: não vou assistir até esquecer (e minha memória é boa padaná). Portanto, não faz o menor sentido me envolver com algo que não vai me trazer nenhuma surpresa no enredo e que, além de tudo, tem grande chance de ter a Suzana Vieira no elenco.

Independentemente disso tudo, sempre há a chance de me deparar com algo tipo esse do vídeo:



Vou ao banheiro.

6 comentários:

Morto de Frio disse...

Meu... Qualé desse vídeo? Vc tá recomendando ou não?
Tipo. Isso nem é softsoftsoftcore e esses closes exagerados são nojentos.

Thiago Padula disse...

Você está bitolado demais. Isso não é pornografia, é novela. E eu sempre apoiarei catfight no horário nobre. Sempre.

E vá aparar os pelos dessa mão.

Tati disse...

E Big Brother, vc gosta?

Thiago Padula disse...

Então, já faz tempo que eu perdi o hábito de ficar na frente da TV se não for pra ver 22 machos correrem atrás de uma bola. Mas nas poucas vezes que tentei assistir Big Brother, até vi alguma graça. Só me incomoda aquele bando de gente descolada e feliz, dá vontade de mudar pra Luciana Gimenez.

Renato Sansão disse...

Pesquisa no Youtube: Bia Falcão.

Suzana disse...

Não fala mal daa favorita!! NÃO FALA MAL DA FAVORITA!!