segunda-feira, 23 de abril de 2007

Missão: ser humano - parte I: corpo são, mente sã

Desde que eu saí do colégio e a freqüência com que eu jogo bola mudou de rotineira pra sazonal, a prática de esportes desapareceu da minha vida.

Como, a partir de agora, eu quero me tornar um ser humano, como você, decidi cumprir uma série de missões que vão de alguma forma de ajudar a ficar mais perto dessa raça tão desprezível. E a primeira parte é, justamente, abandonar o reino vegetal e dar alguma atividade pro meu corpo.

Já que não tenho condições financeiras de pagar uma academia, e ver aquela mulherada toda dando duro ia ser danoso à costura do meu calção, decidi fazer em casa mesmo. Fui na internet (quê? se não posso confiar no Google, vou confiar em quem??) e baixei uma série de exercícios. Pra mulheres, evidentemente, porque sei das minhas limitações, e qualquer uma de vocês mulheres que possa ler isso me daria um pau se quisesse. Apesar dos particípios no feminino e palavras como 'bumbum' e 'culote', decidi encarar o desafio.

Cara, eu não estava pronto pra isso. Ou a mulher que escreveu aquilo é muito forte, ou gosta de ver os outros se foderem. Ao final (que precisou ser antecipado, pois meu corpo já pedia arrego - nem cheguei na parte do bumbum), os braços se recusavam a ir até o copo d'água (que pesava como chumbo), as pernas pediam um instante de reza, e manchas roxas se espalhavam pela minha visão. E não venha rir das minhas lamentações, pois, como já disse, sou uma moça no corpo de um... cabide.

De qualquer maneira, continuarei nessa árdua batalha pela minha sanidade (corporal e mental). Quando tiver notícias das outras etapas da Missão: ser humano, posto aqui também.

Issa!


Update: Depois que os músculos voltaram a seus lugares, resolvi sair pra dar uma caminhadinha, já que o sol não tava muito forte e... dammit! Esqueci o fator CO2. Gente, o que vocês estão fazendo com essa cidade?? Desliguem os carros, parem as máquinhas, peidem num saquinho, mas pelo amor de deus, eu preciso respirar!

Update 2 - day after: Depois de ter meu sono perturbado pelo grito ensurdecedor dos meus músculos, lembrei de algo que dizem: se continuar doendo muito depois dos exercícios, é porque você fez errado. Hum, certo. Essa vai ser a versão oficial então.

2 comentários:

Marceli disse...

Putz!!Vc tem coragem!!Confesso que tava rindo até a hora em que falou para não rir das suas lamentações..., mas depois eu ri de novo, pq fiquei imaginando vc deitado, todo torto olhando o computador e tentando encontrar a posição mais adequada, enfim...vc é um cronista nato!

Agora é sério, futuramente precisaremos de máscaras, mas já temos tantas, só falta essa!
Bjoos

Aludap disse...

Antes de cultivar o corphito, o mais importante é ter senso do ridículo.